O Objetivo deste Blog é divulgar artigos e documentos interessantes para a história de Lages e para a história e genealogia das famílias dos seus primitivos povoadores.

[As publicações deste Blog podem ser utilizadas pelo(a) interessado(a), desde que citada a fonte: KOTCHERGENKO, Tânia Arruda. Nome da postagem in blog Lages Hístórica, Disponível em http://lageshistorica.blogspot.com.br]

29 de julho de 2012

"Certam das Lages" - Notícias de Povoamento - Fazenda São Felipe - 1744


Com satisfação logramos localizar e republicamos a transcrição do agora mais antigo documento que se tem notícia  sobre a povoação de Lages.  Trata do registro de uma  "marca " utilizada para marcação do gado da Fazenda São Felipe (Sam Felippe) situada no sertão "das Lages" distrito da Vila de Curitba. A Fazenda pertencia  ao portugues e Sargento Mór Torquato Teixeira de Carvalho da Vila de Santos. A solicitação do Registro foi feita pelo seu procurador Francisco Carvalho da Cunha,  despachada pela  Câmara de Curitiba em 29/02/1744 e transladada para o Livro de Registro em 10.03.1744.



 “Registo de hua petiçam  com  hua  marca de ferro que apresentou Francisco Carvalho da Cunha como procurador   do  Sargento mór    Trocate  Teyxeira  de Carvalho  morador  na  Villa e  prasa  de  Santos  cujo  Tehor  he  na forma seguinte :

Nobeliçimos Senhores do Sennado.

Dis   Francisco Carvalho  da  Cunha como prourador  bastante do   Sargento   Mor   Trocate  Teixeyra  de  Carvalho   morador   da Villa  e  Praça  de  Santos  que   elle   suplte    quer   que   vmces  lhe  facão   mce  mandar   regiStar  a  marca com que huza e marca os animaes  da  Fazenda  de  seu  Constituinte  cituada  no  -  Certam das Lages  -   Chamada  a  tal   Fazenda   -  Sam Felippe   -    destrito  desta   villa,  e  que  o   escrivam   lhe  pase   por   certidam   autentica.
Pede  a  Vmces lhe façam mce  de assim o mandar. E Recebera merce.
-  Despacho :  Apresentando   a   marca  se   registe.   O  Escrivam   lhe  pase  por  certidam.  Em   Camara -  Curitiba  29  de  Fevereyro de 1744 annos - . Cortes,  Leme, Barreto, Torres, Valle. Theor da marca he na forma a margem.
(A   margem  vem gravada  a  marca  que  se  registrou  que  é  um   3   tendo  sobre  elle  o  numero  1  com um rabisco)
E  não  se  continha  mais  em a dita pitição que bem e fielmente  aqui  a  Tresladey  do  proprio  original  o qual me reporto e vay  na  verdade  sem  cousa  que  duvida   faça  que  corry  consertey e comfery coma propria e asigney. Curitiba 10 de Março de 1744 annos.
Escrivam Manoel Borges de S. Payo."

Fonte: Negrão, Francisco. Boletins do Arquivo Municipal de Curityba. Curityba.Livraria Mundial, 1924. V11, fls 21. Disponível em http://www.arquivopublico.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=98




             Torquato Teixeira de Carvalho, natural de Portugal, filho de Antonio Gaspar e Maria de Carvalho,  fixou residencia na Vila de Santos após vários anos de serviços prestados à Coroa Portuguesa tanto em sua terra natal como no Brasil (Minas Gerais). Foi Sargento Mor da Fortaleza de Itapema da Vila de Santos. Casou com Luiza dos Reis filha de Joao Francisco Coelho e Lourença dos Reis, com descendência em Santos. 

           Não logramos localizar documento que comprove a presença, em Lages, em pessoa, de Torquato Teixeira de Carvalho ou de algum de seus filhos/filhas. Mas sim de seu  neto o Tenente João Batista da Silva Costa natural de Santos e filho do Capitão Ignacio da Silva Costa e Gertrudes Eufrásia dos Reis.  João Batista da Silva Costa casou na Laguna em  13/09/1801 com Caetana Maria de Jesús filha do Capitão Mor João da Costa Moreira e Anna Maria de Jesus.  João Batista da Silva Costa tem presença documentada em Lages desde 1772. Foi  oficial reformado da tropa paga da Capitania de São Paulo, Inspetor do Registro de Canoas e proprietário da Fazenda das Tijucas em Lages.


                Francisco Carvalho da Cunha foi tropeiro, posseiro e sesmeeiro no Rio Grande do Sul.    "Em 17/06/1754 Gomes Freire de Andrade concedeu carta de Sesmaria, sendo 3 léguas de comprido por 1 de largo, para Francisco Carvalho da Cunha, morador dos Campos de Vacaria, "onde ele havia povoado uma fazenda com casas, currais, assim vacuns como cavalares", na Paragem Chamada "Saída dos Conventos, distrito da Villa de Laguna" (S.C. 101-B p. 107 - Arquivo Público Mineiro). Estas terras integraram a  Sesmaria dos Ausentes. OLIVEIRA.Sebastião da Fonseca de. Aurorescer das Sesmarias Serranas, 1. Ed. Porto Alegre. Edições EST.1996. p. 28, 30 e 147.

Atualizado em 29/07/2012

5 comentários:

  1. Excelente a matéria Tânia, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Excelente matéria Tânia, parabéns! Valmir.'

    ResponderExcluir
  3. Tânia, que bom que compartilha seus estudos, saudades das nossas conversas!

    Coloquei algo sobre a história da minha familia no blog:

    http://familiafloriani.blogspot.com.br

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Guilherme, obrigada pela visita a este blog.
    Realmente dá saudades as boas conversas com o amigo!
    Visitei o site da Família Floriani e fiquei surpresa e maravilhada com suas pesquisas, viagens e interações familiares. Não se acessa a genealogia detalhadamente mas com certeza deve estar muito rica! Abraços e muitos sucessos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Tânia! Pois é, o trabalho estava mais rico no site, e a árvore genealógica da família Floriani está em um site mais especializado (MyHeritage), e o site da familiafloriani, que tinha uma apresentação melhor da estrutura da árvore esta fora do ar, mas vamos resgatá-lo. Por enquanto, aos poucos eu coloco algo no blog. Saudades, um bom abraço!

      Excluir